quinta-feira, 7 de junho de 2012

PRIMEIRA PÁGINA

       
                      IV Evento de capoeira:


MIRELLE PINA, ( PALESTRANTE )
A secretaria de Assistência Social e a Associação de Capoeira Fraternidade realizaram neste Sábado 13/12/2014  IV Evento de capoeira em Pescador-MG.
O evento aconteceu na Escola Estadual Dr. Tristão da Cunha, e recebeu a visita de vários grupos de Capoeiristas vindos de outras cidades,  Curitiba , Frei Inocencio , São Jose , Poté.
A cerimônia recebeu autoridades políticas com 
participação do Prefeito Municipal Luciano Sartori, Sargento Barbosa, Secretária de Assistência Social Liandra, Secretária de Educação Andréia Martins e representando o Conselho Tutelar de Pescador-MG Maridalva e membros da comunidade pais e alunos.
O evento serviu para mostrar o talento dos jovens pescadorenses que nas apresentações culturais tiveram um ótimo desempenho.
Infelizmente o público presente não atingiu a expectativa, demostrando assim a total falta de interesse da nossa COMUNIDADE pelos programas sociais que visam a participação e a integração.























































APRESENTAÇÃO CULTURAL : PUXADA DE REDE.
 O teatro folclórico que retrata a puxada de rede, conta a história de um pescador que ao sair para o mar em plena noite para fazer o sustento da família, despede-se de sua mulher que, em mau pressentimento, preocupa-se com a partida do marido e o assusta dizendo dos perigos de sair à noite, mas o pescador sai e deixa-a a chorar, e os filhos assustados.
O pescador sai para o mar e leva consigo uma imagem de Nossa Senhora dos Navegantes, seus companheiros de pesca e a bênção de Deus. Muito antes do horário previsto para a volta dos pescadores, que seria às cinco horas da manhã, a mulher do pescador, que ficou na praia esperando a hora do arrasto, teve uma visão um tanto quanto estranha.
Ela vê o barco voltando com todos à bordo muito tristes e alguns até chorando. Quando os pescadores desembarcam, ela dá pela falta do marido e os pescadores dizem a ela que ele caiu no mar por conta de um descuido e que devido à escuridão da noite, não foi possível encontrá-lo, ficando ele perdido na imensidão das águas.
Ao amanhecer, quando foram fazer o arrasto da rede que ficara no mar, os pescadores notaram que por ter sido aquela uma noite de pouca pesca, a rede estava pesada demais. Ao chegar todo o arrasto à praia, já com dia claro, todos viram no meio dos poucos peixes que vieram, o corpo do pescador desaparecido.
A tristeza foi instantânea e o desespero tomou conta de todos ali presentes. Prossegue-se então os rituais fúnebres do pescador sendo levado à sua morada eterna pelos amigos que estavam com ele no mar, sendo seu corpo carregado nos ombros, pois a situação financeira não comportaria a compra de uma urna, o cortejo segue pela praia.
O ritual "Puxada de Rede", executado artisticamente por diversos grupos de capoeira do Brasil, retrata e sintetiza a pesca com rede, do peixe conhecido como xaréu (peixe de carne escurecida abundante nas costas do Nordeste Brasileiro).
Trata-se de um episódio de trabalho árduo, de canseira, mas, como todo trabalho dos negros baianos, é temperado com muita poesia, religiosidade, música e festa. Todos os anos, a puxada de rede se repete com os mesmos cerimoniais, com os mesmos rituais dos tempos de outrora.
Uma tradição que não morre, mesmo porque dela depende a subsistência de centenas de famílias. Força, poder e vitalidade de corpos vão se mostrando com toda pujança no trabalho árduo da pescaria.
No entanto, o mesmo é embalado pelo canto, às vezes alegre, às vezes triste, que evocam entidades protetoras. Ritual também embalado pelas batidas dos atabaques, pelos corpos que, como num bailado, movimentam-se sincronicamente, realizando mais uma tarefa gratificante que mistura sacrifício, festa e prazer.














































         FORMATURA TURMA POPI -2014 DE PESCADOR-MG

SOLDADO ÉRICA
Nesta terça-feira, 18/11/2014, foi realizada a formatura da Turma do Popi de Pescador-mg, sob a Preleção do soldado Èrica , representante do 19.º BATALHÃO DE PM DE TEÓFILO OTONI.
A cerimônio contou com a presença do Prefeito municipal LUCIANO SARTORI, autoridades políticas, militares, Secretária da Educação Andréia Sena, Secretária de Assistência Social Liandra Almeida, representando do Conselho tutelar Maridalva e membros da comunidade pais e alunos.
Esta é a  2.ª edição de formatura realizada no município sob o comando do Srt. Iraniu Ferreira Gomes.Foram distribuídos premiações para os alunos vencedores da prova de redação.O Evento contou também com a participação da Banda filarmônica de Pescador-MG regida pelo maestro LUCAS COUTO. 



CB GOMES 19.º BPM-TO








TNT JOEL





PREFEITO LUCIANO SARTORI


                                     

BANDA FILARMÔNICA DE PESCADOR-MG

   















                                   
Marido mata esposa em Pescador e é encontrado morto horas depois em Jampruca - See more at: http://aconteceunovale.com.br/portal/?p=42603#sthash.8gHB9GwJ.dpuf

Mulher foi morta após uma discussão. Horas depois, o autor cometeu o suicídio na zona rural de Jampruca.

Uma mulher de 36 anos foi brutalmente assassinada na manhã de sábado, 18 de outubro, no Córrego dos Vereadores 2, na zona rural de Pescador, no Vale do Rio Doce. O crime foi cometido pelo seu marido, um homem de 35 anos, que foi encontrado morto horas depois na zona rural de Jampruca.


























Mulher foi assassinada com golpes de machado – Foto: Ilustração

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 9h40 da manhã, uma guarnição policial compareceu a casa da vítima Belineide Ferreira Couto, onde já a encontraram sem vida. Testemunhas relataram aos militares, que o autor do crime seria o marido da vítima, Maurício Ginio da Costa.
Ainda segundo a PM, vizinhos informaram que autor e vítima tinham se separado recentemente, e ele morava com a mãe em uma casa próximo. Na manhã do crime, o autor foi até a casa da mulher para ver os filhos e após uma discussão, ele teria pegado um machado e desferiu vários golpes contra a mulher, atingindo as costas e a cabeça.
Após a ação criminosa, o homem fugiu em uma motocicleta. A polícia realizou rastreamento, porém ele não foi localizado.

Autor foi encontrado morto

Horas depois, o autor foi encontrado morto em uma estrada no Córrego Boleira, na zona rural de Jampruca. Maurício Ginio da Costa apresentava um sangramento na região da cabeça e ao seu lado foi encontrado um revólver utilizado para cometer o suicídio.
A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada e após os trabalhos de praxe o corpo foi encaminhado para o IML de Teófilo Otoni. Foi apreendido um revólver calibre 32 carregado com seis cartuchos, sendo um deflagrado e cinco intactos. Junto ao corpo da vítima havia uma pochete e, no interior foram encontrados quatorze cartuchos intactos de calibre 32, que foram recolhidos pela Polícia Militar.
- See more at: http://aconteceunovale.com.br/portal/?p=42603#sthash.8gHB9GwJ.dpuf