quinta-feira, 7 de junho de 2012

PRIMEIRA PÁGINA




O LADO NEGRO DE PESCADOR-MG   
 
Vivemos em tempos terríveis. Dentre os males que assolam nossa sociedade,
a droga figura como um de seus grandes expoentes.
Esse mal atinge a humanidade principalmente de quatro formas: primeiro, a
pessoa-usuária, que vive amarrada a um sistema de criminalidade para adquirir a
droga, substância destruidora de sua própria saúde; segundo, a família da pessoa-
usuária, que, dia após dia, é carcomida pelo sofrimento de acompanhar um ente
querido destruir paulatinamente a própria vida, em razão de sua dependência
química; terceiro, o Estado, por assistir sua autoridade sendo afrontada e
confrontada pela ação dos traficantes; e quarto, a sociedade, que vive aterrorizada
pelas ações criminosas, movidas em torno do tráfico de drogas: furta-se, rouba-se
e mata-se em decorrência da maldita da droga.
Nesse prisma, a ficção parece ter se tornado realidade. Há um conto russo,
em que sete fortes guerreiros estavam reunidos para comemorar a vitória, quando,
no firmamento, aparece um cavaleiro munido de espada, cavalgando em direção
aos mesmos para desafiá-los. Não precisou mais que um golpe de um dos
guerreiros para dividi-lo ao meio. Do cavaleiro morto surgiram dois cavaleiros
que, novamente, foram divididos em dois por dois golpes de dois guerreiros
invencíveis. Os dois cavaleiros mortos viraram quatro e assim se multiplicaram,
enquanto eram derrotados. Após alguns dias de combate com uma legião de
cavaleiros, os sete guerreiros foram derrotados pelos fracos cavaleiros que tinham o dom de se multiplicar, quando mortos.
No conto, os sete cavaleiros podem ser representados por policiais militares,
policiais civis, promotores de justiça e juízes de direito, representantes do estado,
que, sozinhos, não estão conseguindo combater esse grande mal, encontrando-se
na iminência de serem derrotados, já que a cada traficante trancafiado, tirado de
circulação, surgem outros dois para continuarem a obra funesta.
Há, no entanto, uma luz no fim do túnel. Como solução para essa crise,
dentre outras coisas, o que se propõe é a aproximação da
sociedade e do Estado. A união de forças. Esclarecendo, já passou da hora da
sociedade abandonar o silêncio cúmplice e se unir ao Estado.
Não basta dizer basta. É preciso arregaçar as mangas, incluir-se na luta e
fazer bastar. Como? Através de um trabalho em rede escorado no trinômio prevenção-recuperação-repressão ( apoio, carinho e autoridade ).
A prevenção deve ocorrer nos seus três níveis ( universal, seletiva e indicada ) e nas suas três espécies ( primária, secundária e terciária).

Denunciar e testemunhar fatos perpetrados pelos traficantes
de drogas às autoridades competentes (delegado de polícia, promotor de justiça e
juiz de direito), cooperando, assim, na formação da prova penal condenatória, e,
ao final, cobrando por resultados concretos de enfrentamento do crime.
Triste é uma sociedade em que ninguém sabe nada, que ninguém vê nada e
que ninguém escuta nada. Será que somos esse tipo de sociedade ou, na verdade,
ninguém quer se comprometer?
Compromisso, esta é a palavra de ordem. O Estado precisa da sociedade, do
homem e da mulher de bem, para combater o câncer social das drogas de forma
mais eficiente.Do contrário, se as coisas continuarem como estão, estaremos fadados a vivermos em uma narcossociedade, onde os valores humanos são tragados, cheirados e injetados.


ASSISTAM OS VÍDEOS DA 52ª FESTA DE PESCADOR!
  
 
 
 
 

                                                           CORRIDA RÚSTICA!
ESSE ANO O PREFEITO LUCIANO SARTORI, INCLUIU NO CALENDÁRIO DA FESTA  A CORRIDA RÚSTICA, QUE ACRESCENTOU E ENRIQUECEU AINDA MAIS A CULTURA DA CIDADE.
ESSE É UM PASSO IMPORTANTE  PARA O INCENTIVO AO ESPORTE. ACREDITO QUE SE CONTINUAR APOIANDO ESSA CATEGORIA, PRÓXIMOS ANOS TEREMOS MAIS PARTICIPANTES E ASSIM PESCADOR TERÁ MAIS ESSA ATRAÇÃO EM NOSSAS FESTAS.
PARABENIZO TODOS OS ATLETAS DE PESCADOR  QUE PARTICIPARAM E DERAM SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A  INICIAÇÃO DESSE ESPORTE.     


SGT BARBOSA E SGT COSME DANDO COBERTURA NOS EVENTOS DA FESTA.

SD SOUZA E SGT ALVES, POLÍCIA ROD. FEDERAL DE TOT. COBRINDO A CORRIDA RÚSTICA 













           IMAGENS DO SHOW ATAIDE & ALEXANDRE


 










                              FOTOS DO SHOW TEQUILA BAIANA






























 Polícia Militar e Civil termina com dois suspeitos de tráfico presos em Pescador homem_preso Duas pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (27) durante a “Operação Matrinchã”, realizada pelas policias Civil e Militar, em Pescador, no Vale do Rio Doce. As prisões em flagrante ocorreram durante o cumprimento de dez mandados de busca e apreensão expedidos pela Comarca de Itambacuri. Segundo a delegada Érica Ribeiro Sena, o objetivo da operação é combater o tráfico de drogas e a posse ilegal de arma de fogo. A atuação dos traficantes era monitorada e apontou para os dez endereços visitados. Foram apreendidos dezenas de papelotes de cocaína e R$ 3 mil em dinheiro. Trinta policiais, entre Civis e militares, participaram da operação que recebeu o nome de Matrinchã em alusão a um peixe que é comum na região de Pescador.

Leia mais: http://aranas.com.br/site/2014/06/27/operacao-conjunta-entre-policia-militar-e-civil-termina-com-dois-suspeitos-de-trafico-presos-em-pescador/ | Portal Aranãs
Operação conjunta entre Polícia Militar e Civil termina com dois suspeitos de tráfico presos em Pescador homem_preso Duas pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (27) durante a “Operação Matrinchã”, realizada pelas policias Civil e Militar, em Pescador, no Vale do Rio Doce. As prisões em flagrante ocorreram durante o cumprimento de dez mandados de busca e apreensão expedidos pela Comarca de Itambacuri. Segundo a delegada Érica Ribeiro Sena, o objetivo da operação é combater o tráfico de drogas e a posse ilegal de arma de fogo. A atuação dos traficantes era monitorada e apontou para os dez endereços visitados. Foram apreendidos dezenas de papelotes de cocaína e R$ 3 mil em dinheiro. Trinta policiais, entre Civis e militares, participaram da operação que recebeu o nome de Matrinchã em alusão a um peixe que é comum na região de Pescador.

Leia mais: http://aranas.com.br/site/2014/06/27/operacao-conjunta-entre-policia-militar-e-civil-termina-com-dois-suspeitos-de-trafico-presos-em-pescador/ | Portal Aranãs


ESSE ANO A CAVALGADA DE PESCADOR FOI ORGANIZADA PELA BOATE PIT STOP.
QUERO PARABENIZAR A TODOS QUE PARTICIPARAM DA ORGANIZAÇÃO, POIS PERCEBI QUE ESSA CAVALGADA NÃO DEIXOU NADA A DESEJAR.
VENHO APONTAR UM DETALHE IMPORTANTE QUE PRECISA SER REVISTO PARA O PRÓXIMO ANO.
OBSERVEI QUE O PERCURSO QUE PASSA PELA RODOVIA PRECISA SER SINALIZADO COM ALERTAS, POIS OFERECE GRANDE RISCO AOS PARTICIPANTES.
  













  Operação Matrinchã terminacom dois presos por tráfico em Pescador!

Duas pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (27) durante a “Operação Matrinchã”, realizada pelas policias Civil e Militar, em Pescador, no Vale do Rio Doce. As prisões em flagrante ocorreram durante o cumprimento de dez mandados de busca e apreensão expedidos pela Comarca de Itambacuri.

 

Segundo a delegada Érica Ribeiro Sena, o objetivo da operação é combater o tráfico de drogas e a posse ilegal de arma de fogo. A atuação dos traficantes era monitorada e apontou para os dez endereços visitados. Foram apreendidos dezenas de papelotes de cocaína e R$ 3 mil em dinheiro.

 
Trinta policiais, entre Civis e militares, participaram da operação.
Durante as buscas , foi encontrado no interior da residência do autor Mailson G. Pereira, aproximadamente 360 gramas de substâncias esbranquiçada análoga a cocaína e a quantia em dinheiro 2.129,00 e vários comprovantes de transações bancárias.
Também foi diligenciado buscas na residência do autor Douglas dos Santos Antunes, onde após ter a entrada franqueada , a polícia percebeu que este tentou dispensar algo pela janela do seu quarto e ao lhe ser dado busca pessoal, foi encontrado em seu poder, mais precisamente, em sua carteira de bolso , 07 papelotes de substância análoga a cocaína.A perícia tècnica constatou após análise , ser realmente COCAÍNA as substâncias encontradas com os autores.
Foi dado voz de prisão ambos os rapazes e após cientificá-los dos seus direitos constitucionais, foram encaminhados a presença da autoridade de polícia judiciária.
Operação conjunta entre Polícia Militar e Civil termina com dois suspeitos de tráfico presos em Pescador

Leia mais: http://aranas.com.br/site/2014/06/27/operacao-conjunta-entre-policia-militar-e-civil-termina-com-dois-suspeitos-de-trafico-presos-em-pescador/ | Portal Aranãs